O SÉCULO XXI E O LIBERALISMO TEOLÓGICO

Por Marco Elias



Um desvio teológico não destrói um povo da noite para o dia seguinte. Os desvios destroem em longo prazo. Observe a evolução dos desvios teológicos nos gráficos abaixo:


FIGURA 1 ► O DESVIO TEOLÓGICO HOJE


FIGURA 2 ► O RESULTADO DO DESVIO NO FUTURO

O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO

“(...) Acautelai-vos primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido” - Lucas 12:1-2

A primeira grande verdade que o texto acima nos ensina é que "o tempo é o Senhor da razão e a verdade é filha do tempo"Galileu Galilei teria dito depois de comparecer perante o tribunal da inquisição católico que "a verdade é filha do tempo e não da autoridade". O tempo atual tem mostrado que certos caminhos tomados pela cristandade estavam terminantemente errados, mas certos teólogos são mais teimosos do que vaca acostumada a descer no brejo. 

AS RAPOSAS RELIGIOSAS DE ONTEM

O sociólogo americano Jeffrey Hadden fez uma pesquisa em maio de 1982, entre os pastores nos EUA e publicou os resultados. Parece que os dias atuais de apostasia já estavam anunciados. 10.000 pastores protestantes foram questionados e 7.441 pastores responderam as questões propostas. (CONFIRA AQUI).

1. A Bíblia é a Palavra inspirada e inerrante de Deus?

67% dos Batistas Americanos* disseram: Não
82% dos Presbiterianos disseram: Não
87% dos Metodistas disseram: Não
95% de Episcopais disseram: Não

* Há duas Convenções Batistas nos EUA. Os Batistas do Sul (conservadores) e os Batistas Americanos (liberais)

2. Jesus nasceu de uma virgem?

Batistas Americanos 34% disseram: Não
Episcopais 44% disseram: Não
Presbiterianos 49% disseram: Não
Metodistas 60% disseram: Não
Luteranos** 19% disseram: Não

** Há duas convenções luteranas nos EUA. A Igreja Luterana (liberais) e a Igreja Luterana do Missouri (conservadores)

3. Jesus era o filho de Deus?

Diante do receio dos pastores em responder a essa pergunta os pesquisadores concederam anônimato às suas denominações. O resultado liberado foi que mais de 80% dos ministros da Igreja Batista Americana, Episcopal, Presbiteriana, Metodista e Luterana respoderam que "Não acreditam que Jesus era o filho de Deus" sem no entanto especificar percentagens.

4. Você acredita na ressurreição física de Jesus?

Luteranos: 13% disseram: Não
Presbiterianos: 30% disseram: Não
Batista Americana: 33% disseram: Não
Episcopais: 35% disseram: Não
Metodistas: 51% disseram: Não

ANÁLISE DE RESULTADOS

1 - Diante do quadro acima, qual teria sido o principal erro das instituições citadas? 

2 - Considerando que as igrejas acima citadas limitaram a ação do Espirito Santo e também negaram a atualidade dos dons espirituais, pergunta-se: Teria isto alguma relação com a atual apostasia destas denominações?

3 - Se o velho jargão do "Uma vez salvo, salvo para sempre" for realmente correto, as igrejas deterministas americanas e europeias que apostataram, estão assim por decreto de Deus ou por que fizeram uma má escolha teológica?

Parece que as velhas teologias são iguais ao vinho, isto é, foram fabricadas e envelhecidas na Europa, apodreceram nos EUA e finalmente são servidas no Brasil. Que Deus tenha misericórdia do seu povo e levante servos fiéis para deter o avanço do veneno que destruiu igrejas nos EUA e na Europa.


Que Deus nos abençoe!

Por Marco Elias