CRIACIONISMO

 Por Marco Sousa 


"Prepare to Believe" ou "Prepare-se para crer" foi o slogan de uma campanha publicitária do Creation Museum (museu da criação), inaugurado em maio de 2007, em Petersburg, Kentucky, EUA. O referido museu é um ambiente com todo aparato tecnológico para simular e explicar as origens das espécies, segundo o livro de Gênesis da Bíblia Sagrada, além de contar com uma equipe de cientistas profissionais com vasto currículo acadêmico, para não ser inferior ao sistema acadêmico evolucionista. Após a inauguração do referido museu, que foi notícia no mundo inteiro, o criacionismo passou a ganhar bastante destaque na imprensa internacional e nas rede sociais e tem despertado o interesse de estudantes cristãos do mundo inteiro, inclusive do Brasil. Existem centenas de sites e blogs no mundo evangélico especializados em estudos criacionistas.

ENTENDENDO O CRIACIONISMO 

A teoria evolucionista toma por base os escritos de Charles Darwin e a análise das evidências dos fósseis encontrados em diversas partes do planeta. A teoria Criacionista está firmada na Bíblia Sagrada e nas mesmas evidências sobre fósseis supracitadas, mas para melhor compreensão dos nossos leitores sobre este tema tão fascinante, o nosso blog disponibilizou uma compilação sistemática que abrange os pontos principais da discussão criacionismo x evolucionismo. 

CRIACIONISMO X EVOLUCIONISMO


A BÍBLIA SAGRADA CITA OS DINOSSAUROS?


CONTRADIÇÕES DA ESCALA GEOLÓGICA EVOLUCIONISTA


Diante dos tópicos acima expostos os nossos leitores poderão conhecer melhor este assunto de grande relevância na atualidade.

A DOCE MENTIRA QUE MUITOS CRENTES ADORAM OUVIR

 Por Marco Sousa



Um cristão leigo perguntou a certo pregador se o salvo pode perder a salvação. O pregador respondeu que se ele mesmo se salvou, ele poderia sim perder a sua salvação, mas se Cristo o salvou, ele jamais se perderia e usou como referência para a sua resposta o texto bíblico de João 10:28-29.

 

"E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai" - João 10:28,29

 

Assim o pregador empregou o seguinte jargão para finalizar e fixar a sua  ideia: "Uma vez salvo, salvo para sempre!" Nas próximas linhas diremos os motivos pelos quais tal afirmação está equivocada, biblicamente falando.

 

1 - Jesus está respondendo aos judeus religiosos de sua época, os quais queriam saber se valia a pena segui-lo e se ELE realmente era o messias (João 10:24). A resposta de Jesus confrontou aquele grupo religioso e apresentou o motivo pelo qual o referido grupo não pertencia ao seu rebanho - a incredulidade (João 10:25-26). Jesus não está falando de eleição nos versos 25 e 26.

 

2 - Ao pregarem que o crente salvo por Jesus não perde a salvação, os pregadores que propagam esta ideia, com base na passagem bíblica mencionada, citam apenas os versículos 28 e 29 isolados de seu contexto e omitem radicalmente o versículo 27. Agora colocaremos o texto na sequência narrada por Jesus e veremos a matemática do mestre, isto é, a somatória de situações que gerarão a segurança do rebanho de Deus:

 

VERSÍCULO 27 - (PRIMEIRO ATO) As minhas ovelhas ouvem a minha voz, (SEGUNDO ATO) e eu conheço-as, (TERCEIRO ATO) e elas me seguem;

VERSÍCULO 28 - (QUARTO ATO) E dou-lhes a vida eterna, (CONSUMAÇÃO DA SEGURANÇA DO REBANHO QUE SEGUE A CRISTO) e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. VERSÍCULO 29 (GRANDE FINAL) Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. - João 10:27-29

 

Notemos que a segurança da ovelha em Cristo é o quarto e último ato (Entenda "ato" como ação entre sujeitos) onde Cristo e a ovelha exercem atos sinérgicos no processo salvífico (Vide João 15:15). A segurança do rebanho de Cristo descrita neste texto é corporativa, não é individualista - Se a ovelha decidir sair para fora do rebanho (abandonar seu compromisso com Cristo) ela pode e conseguirá fazer isto. Todavia as ovelhas que seguem a Cristo sempre terão salvação e segurança nele, mas nenhuma delas será arrastada, forçada ou obrigada a segui-lo. Enquanto seguirem a Cristo nenhum mal as tocará! O grande problema dos judeus que não queriam seguir a Cristo, mas decidiram interrogá-lo (João 10:25-26) era o mesmo dos moradores de Jerusalém que negaram o messias, apesar DELE próprio ter confessado que queria salvá-los, conforme mencionado em Lucas 13:34.

 

3 - Ao longo da minha carreira cristã aprendi com alguns mestres do pentecostalismo clássico (muitos deles já estão na glória com o Senhor) que todo pregador que deturpar ou violar qualquer texto bíblico para fazer valer os velhos argumentos teológicos, outrora pregados pelos matadores da idade média (aqueles que matavam seus oponentes religiosos por afogamento ou em fogueiras) estarão fadados a tropeçarem nas verdades pontiagudas de outras partes inequívocas do texto sagrado e certamente sangrarão quando o fizerem. O texto de Hebreus 6:4-6 é uma destas verdades pontiagudas das escrituras. Trata-se de um texto que este tipo de pregador costuma tentar deturpar, sem sucesso, obviamente.

 

4 - Muitos pregadores estão contribuindo para que muitos crentes incautos se percam nos lamaçais do mundanismo, ao afirmarem que não importa o que o eleito faça e muito menos os seus pecados, pois, segundo afirmam, o eleito nunca perderá a salvação. Quando os crentes incautos e leigos cairem na lama (por algum descuido) estarão sozinhos e abandonados por seus grupos religiosos e lembrar-se-ão das palavras condenatórias de seus mentores (os pregadores de estimação), os quais afirmam também que se o crente está na lama é sinal de que ele nunca foi eleito e muito menos salvo. Este é apenas mais um dentre vários argumentos usados pelos pregadores adeptos deste "malabarismo soteriológico".

 

É melhor abandonar os "pregadores de estimação" e ficar com a sabedoria da Bíblia Sagrada (Provérbios 28:13) e com a firmeza das palavras puras e cristalinas do evangelho de Jesus Cristo! ( Mateus 11:28-30).

 

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espírito Santo!

A CULPA DOS FILHOS DE DAVI DEVERIA SER DEBITADA NA CONTA DO PAI?

Por Marco Sousa
Capa do seriado exibido pela TV Record

Uma das nossas leitoras (a quem agradecemos pela participação) encaminhou a seguinte pergunta à edição deste blog: Por quais motivos o autor utilizou a imagem de uma novela nesta postagem? Resposta: Considerando que o apóstolo Paulo fez uso de um altar pagão para apresentar o evangelho de Cristo em Atenas (Vide Atos 17:22-23, torna-se bastante viável o uso de símbolos e de figuras conhecidas pelo público geral para certos tipos de abordagens. Neste caso usamos uma imagem bastante conhecida pelos leitores do nosso blog, dentre os quais estão os queridos leitores católicos e outros de algumas denominações evangélicas brasileiras. Finalmente reafirmamos o nosso compromisso com a Bíblia Sagrada e não com as cartilhas religiosas das denominações A ou B. Respeitosamente...

------

"Não multipliqueis palavras de altivez, nem saiam coisas arrogantes da vossa boca; porque o Senhor é o Deus de conhecimento, e por ele são as obras pesadas na balança". - 1 Samuel 2:3

Muitos pregadores insistem em dizer que a casa de Davi estava toda certinha e sem "delitos" diante de Deus e dos homens. O erro pertenceria somente aos "desviados", isto é, a Absalão, a Adonias, a Simei e à casa de Saul.

Hipocrisia no púlpito é pecado!

Davi foi um excelente rei, um excelente guerreiro, um excelente servo de Deus, todavia foi um péssimo pai. Amnom, Absalão e Adonias acabaram mal as suas vidas por que Davi foi um pai negligente e distante dos filhos, e os criou de qualquer maneira - não como homens decentes, mas como meninos mimados. Além disto, a rebelião de Absalão e Adonias contra Davi era consequência (outrora profetizada) do pecado do rei. O Senhor perdoa os pecados do homem, mas ele é obrigado a arcar com as consequencias dos seus atos. Outro fato importante a ser considerado está no texto bíblico que nos conta que Davi nunca corrigia Adonias (I Reis 1:5-6).

Além de Amnon ter cometido incesto com a irmã e Absalão ter sido morto ao tentar tomar o reino, Adonias tentou tomar para si a jovem Abisague que aquecia o rei em sua velhice. Uma coisa (talvez) ele fez melhor que Davi - ele pediu (não roubou a moça) e morreu sem consumar o pecado - Davi seu pai tomou Bate-seba e ainda assassinou o marido dela. Que péssimo exemplo!

Existem muitos grupos evangélicos perdendo seus valentes, seus obreiros e seus ministérios por causa da inversão de valores. Deus instituiu a família antes de instituir a igreja e ainda buscou uma família constituída por um homem e uma mulher, para que Cristo viesse ao mundo e tivesse um lar. O nascimento de Cristo foi virginal, mas uma família (ao modo de Deus) o acolheu. Cristo também fez seu primeiro milagre em uma festa de casamento (entre um homem e uma mulher), mostrando ao mundo a importância da família e uniu várias famílias para compor a sua igreja. Cabe um parêntese para esclarecer que o Deus bíblico não se mete com "arranjos familiares", não destrói uma família para construir outra e não trabalha com ideologia de gênero. Não existe isto na Bíblia Sagrada. Na vida de um cristão fiel a Cristo em primeiro lugar está Deus (a trindade) depois (em segundo lugar) vem a família e depois (em terceiro lugar) vem a denominação em que o cristão congrega... Sabe por que? Porque Deus ordenou assim em sua palavra. Os grupos religiosos que inverterem esta ordem sofrerão as consequências da sua desobediência ao projeto original de Deus, segundo a Bíblia Sagrada. (I Timóteo 5:8). A boa notícia é que Deus é o maior perdoador do universo e ama os pecadores do mundo todo e isto inclui a minha vida, a sua vida e a vida de todas as pessoas deste planeta, sejam elas "justas" ou "injustas". Ele te quer bem perto dele! (Leia com prudência e calmamente João 3:16-17 - I Timóteo 2:3-4 - Romanos 6:23).  

É muito fácil colocar a culpa no Adonias, no Sambalate e no Tobias, mas Davi (apesar de pecador) nunca foi homem de colocar a culpa no vizinho. Alguns pregadores ignoram isto. O arrependimento de Davi conservou a sua alma na presença de Deus, mas os resultados da sua terrível trapaça foram sofridos durante todo o restante da sua vida. Davi ouviu tudo calado sem retrucar (ele era um homem temente a Deus e sem soberba no coração)... Se os pregadores da atualidade fossem humildes como foi Davi, a alegria do Senhor jorraria como bálsamo no meio do seu povo.

Parece que os pregadores da ultima hora perderam o juízo! Ao invés de chorarem aos pés de Jesus, eles querem é achar culpados. Querem achar o Adonias, o Absalão, o Simei e até o Judas, mas se esquecem de pregar o evangelho puro de Jesus Cristo, aquele evangelho que arranca o pecador da miséria. Se por um lado Davi foi um péssimo pai, cada pregador deveria examinar as escrituras e rejeitar o seu péssimo exemplo como chefe de família. Mas por outro lado cada pregador deveria também aprender com aquele rei o seu belo exemplo de humildade. O rei Davi chorou diante do seu Deus Todo-Poderoso, arrependido pelo seu pecado e recitou o salmo 51 (um dos mais lindos das sagradas escrituras). Aquele servo de Deus (foi na verdade um grande pecador) mas o que o tornou inigualável entre os adoradores de Deus foi certamente a sua sensibilidade ao chamado do seu Senhor e ao arrependimento, a ponto de ser chamado de homem segundo o coração de Deus, que apesar dos seus pecados, fez toda a vontade de Deus

Muitos querem herdar as vitórias de Davi e não se dão conta de que estão seguindo até o desleixo daquele personagem bíblico com a sua própria casa. Davi foi apenas uma sombra... O meu Jesus é a glória eterna de Deus em pessoa. Há quem siga os passos de Davi. Há outros que seguem apenas o Rei Jesus, o leão da tribo de Judá que venceu a morte e que perdoa os pecados dos homens. ELE em breve Voltará e ainda se assentará no trono de Davi, conforme prediz as escrituras...

O reino não pertence mais a Davi, o reino agora pertence a Cristo! Por Ele e para ELE são todas as coisas... Voltemos ao Evangelho!!!

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espírito Santo!

PAULO, BARNABÉ, JOÃO MARCOS E AS VAIDADES ECLESIÁSTICAS

Por Marco Sousa

Paulo ficou muito "magoado" com João Marcos. Por causa deste obreiro neófito o apóstolo e doutor dos gentios brigou com seu amigo e companheiro leal Barnabé, cujo nome significa Filho da Consolação (Atos 15:36-40). Barnabé trouxe Paulo para a igreja e cuidou dele, quando o povo do Senhor andava desconfiado e fugia do novo convertido devido ao seu passado, uma vez que fora um grande perseguidor da igreja. Mas rapidamente Paulo parece ter se esquecido de como Barnabé o acolheu quando não tinha para onde ir.

O leitor pode imaginar o constrangimento de Lucas (a testemunha ocular) ao ter que narrar a cena da terrível briguinha eclesiástica entre Paulo e Barnabé motivada por ciúmes e vaidades de marmanjos? Dois servos fiéis e cheios do Espírito Santo, fazendo pirraça?

Será que o Deus de Israel permitiu que este texto fosse colocado no canon para ensinar alguma coisa a muitos ministros evangélicos da atualidade que possuem o "rei na barriga", quando deveriam ter somente Cristo no coração? (Isto não é julgamento é reflexão).

Barnabé partiu para Chipre levando João Marcos consigo. Muitos pensam que Barnabé ou João Marcos teria perdido o ministério conferido por Cristo... (ledo engano). Anos mais tarde o apóstolo Paulo teve humildade suficiente para corrigir o seu erro, muito perto do final da sua carreira. Note, caro leitor, que o apostolo Paulo solicitou a Timóteo que trouxesse João Marcos consigo para auxiliar seu ministério... (2 Timóteo 4:11).

Imagine o tipo de assistência espiritual que João Marcos aprendeu com Barnabé (o filho da consolação) e imagine Paulo o prisioneiro de Cristo recebendo humildemente o João Marcos que trazia sobre os ombros o legado de Barnabé... O pregador da palavra de Deus tem que ser humilde para aceitar a verdade!

Os ministérios mais sábios são aqueles que corrigem os erros no final da carreira... Nunca é tarde para aprender coisas novas!

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espírito Santo!

SETE LIÇÕES QUE APRENDI DURANTE A PANDEMIA

Por Marco Sousa


“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” - Romanos 8:28

LIÇÃO Nº1 - O CULTO CRISTOCÊNTRICO E A IDENTIDADE DO POVO DE DEUS ► Sempre soube que a palavra de Deus não está presa e nunca foi monopólio de nenhum grupo religioso, mas nesta pandemia tive a oportunidade de constatar este fato de perto. Presenciei alguns cultos de algumas denominações (via internet) os quais se processaram de modo bastante digno, ordeiro e cristocêntrico. Neles observei a manifestação clara e genuína da presença de Deus. Pude constatar (em tempo real) que o exército de Deus é numeroso e complexo aqui na terra e não se resume à placa da "minha igreja" ou à placa da "igreja do meu vizinho".

LIÇÃO Nº2 - EXISTEM MUITOS PONTOS POSITIVOS NAS IGREJAS EVANGÉLICAS - CERTOS PREGADORES TENTAM ESCONDÊ-LOS, PARA EVITAR A CONCORRÊNCIA - UMA IGREJA LOCAL BEM APLICADA NO EVANGELHO PODE DESTACAR-SE MAIS DO QUE TODO O CONJUNTO DENOMINACIONAL ► Percebi que a maioria dos arraiais evangélicos que conheci possuem alguns pontos extremamente positivos e úteis ao crescimento espiritual do crente em Jesus. O cristão que for suficientemente sábio copiará (com a devida permissão) aquilo de melhor que cada grupo de servos de Deus tem a oferecer, para a edificação da sua caminhada rumo à pátria celestial. Em tempos de pandemia cada igreja local virou uma pequena comunidade virtual nas redes sociais. O alcance de algumas igrejas pequenas cresceu bastante com a descoberta das redes sociais.

LIÇÃO Nº3 - O COMPROMISSO INEGOCIÁVEL DE ALGUNS COM O EVANGELHO ► O que faz o Cristão ter compromisso e apego ao trabalho evangelístico na seara de Deus são os valores que se aprende com sua família e com a sua igreja local, além do exemplo dado por outros crentes e ministros do evangelho. Mas sem dúvidas o principal componente deste compromisso é o amor do cristão à causa do evangelho que o salvou. O mundo inteiro sendo evangelizado é a grande seara de Deus.

LIÇÃO Nº4 - AS OVELHAS DE CRISTO SÃO BEM CUIDADAS POR ELE E NÃO DEVEM SER APRISIONADAS EM APRISCOS DE HOMENS ► Há quem pense que o isolamento do rebanho evita a comida estragada, levando em conta o fato que muitas ovelhas são curiosas e aventureiras. Algumas gostam de comer a ração do cachorro - mas o isolamento do rebanho é mais perigoso do que deixar a ovelha amargar a boca com a comida do cachorro ou levar uma mordida, para que ela aprenda por conta própria. A propósito, cachorro que divide comida com ovelha costuma destroçar lobos que aparecem na calada da noite querendo comer os filhotes do rebanho.

Além da Bíblia Sagrada, a natureza criada por Deus também ensina (de forma bastante didática) a retidão do caminho do Senhor a todos os homens que querem aprender. As ovelhas de Cristo possuem anticorpos naturais que vacinam e imunizam todo o rebanho contra as pragas da apostasia e das heresias. Mas o sectarismo e o exclusivismo religioso isolam alguns rebanhos, deixando muitas ovelhas cegas e com falta de certos anticorpos disseminados naturalmente no meio do rebanho. Não tenho motivos para ser "cego" e teimoso e não reconhecer esta dura realidade.

LIÇÃO Nº5 - A IMPORTÂNCIA DO CULTO NO LAR ► O culto no lar com a família é insubstituível e torna-se ainda melhor, quando se consegue reunir todos os familiares distantes por meio de uma vídeo conferência.

LIÇÃO Nº6 - A PREGAÇÃO ONLINE, SEU ALCANCE E SEUS EFEITOS ► Pela graça de Cristo tenho pregado mais durante a pandemia do que nos últimos 5 anos somados. "Quando uma porta se fecha Deus escancara as janelas". No meu caso as janelas de produções midiáticas cristãs no sistema operacional Windows (janelas em inglês - por acaso)... O Senhor Jeová movimenta o motor da história e conduz a vida do seu povo. Toda glória a ELE!

LIÇÃO Nº7 - O PREÇO DA LIBERDADE DE UM CRENTE EM JESUS ► Constatei que a liberdade cristã é o bem mais precioso que o Cristão tem sobre a face da terra, depois da salvação eterna que Cristo confere a cada servo seu. Não estou disposto a vendê-la e muito menos jogar fora esta liberdade que custou um alto preço (pago por Cristo) em troca de status ou de destaque religioso entre os homens.

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espírito Santo!

A PEDAGOGIA DE DEUS EM TEMPOS DE CRISE

Por Marco Sousa


"A ti levanto os meus olhos, ó tu que habitas nos céus. Assim como os olhos dos servos atentam para as mãos dos seus senhores, e os olhos da serva para as mãos de sua senhora, assim os nossos olhos atentam para o SENHOR nosso Deus, até que tenha piedade de nós" - Salmos 123:1-2

A pedagogia de Deus encaminha os seus servos para a vida eterna. A vida aqui é frágil e passageira, por isto precisamos saber para quem e para onde estamos olhando, isto é, onde está a nossa confiança. O salmista ergueu os seus olhos e contemplou a imensidão dos céus, lembrou-se daquele que criou e tem o controle de tudo, como também fixou os tempos e as estações. Ele certamente lembrou-se de quem era e qual era a sua condição perante Deus: Um simples servo e não um eleito com direito a tudo. Ele apontou humildemente as características daqueles que esperam a benevolência das mãos do seu Senhor.

Diante dos últimos acontecimentos e das incertezas que envolvem o mundo atual, o nosso olhar continua voltado para aquele a quem servimos: Jesus Cristo, o nosso salvador. Não podemos ignorar os sentimentos da sociedade atual, quanto ao futuro incerto da humanidade, como também não podemos deixar de apresentar as razões da nossa esperança que está mais viva do que nunca, pois ela está em Cristo (o que nos propomos a fazer nas próximas linhas).

Há quem diga que estamos diante de uma arma biológica. Outros dizem que estamos no meio de uma conspiração da China contra o ocidente. Alguns estão falando que os acontecimentos atuais são o resultado das ações e das interferências do homem na natureza. Há quem diga que se trata de um juízo ou uma punição divina contra o mundo atual e a sua agenda destruidora dos valores estabelecidos por Deus. Diante dos fatos, não importa se o leitor é religioso ou se é um descrente, há uma verdade incontestável para todos: O mundo parou e cada pessoa está buscando amparo na família e nos amigos mais próximos...

A família cujos valores vem sendo destruídos pela agenda progressista da ONU, e por governos a ela alinhados, tornou-se um porto seguro dos necessitados. O ativismo político e anti-religioso tem outras preocupações e outros medos no momento. Os sistemas religiosos também pararam, os shows gospel pararam, os pregadores que cobram altas quantias para pregar a palavra de Deus estão calados, os cantores que recebiam os aplausos no culto que pertencia a Cristo também estão calados. Agora eu e você, querido irmão, podemos nos ajoelhar diante do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, sem interferências religiosas, fazendo uso do sacerdócio universal dos crentes, embora do fundo do nosso coração preferiríamos estar ao lado de todos os nossos queridos irmãos em Cristo.  Sejamos humildes ao nos ajoelharmos diante do Senhor, pois não estamos alegres em vermos vários templos fechados, mas não podemos ignorar aquilo que muitos líderes irresponsáveis fizeram deles. Que sejamos sábios em pedir a Deus que nos conceda a benção do arrependimento para a vida. Roguemos a Deus que a nossa nação se levante arrependida para o louvor da sua glória e que a sua igreja se erga comprometida com o reino de Cristo e não com os sistemas religiosos. Que sejamos discípulos de Cristo em nossas casas, ao desejarmos a paz de nosso Senhor Jesus Cristo aos nossos vizinhos, mesmo olhando de longe pela janela.

Pela graça de Deus, a fé tem estado em evidencia nos corações daqueles que proclamam verdadeiramente o nome de Cristo, daqueles que atribuem a glória, tão somente a ELE. Há lares cristãos usando o sangue do cordeiro nas vergas das portas e janelas (linguajar bíblico entendido apenas por quem vive isto)... Como cremos que a Bíblia Sagrada é a palavra de Deus, cremos também no seguinte texto: "E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" - Romanos 8:28 - Agora muitos pais outrora bastante atarefados estão com tempo suficiente para assistirem às suas famílias, cuidarem de seus filhos e certamente entenderão os motivos pelos quais Deus criou primeiro a família, para depois criar a igreja e não o contrário. Quando os homens invertem os valores, o Senhor Deus, que move o motor da história permite que o cenário se mude repentinamente para cumprir a sua palavra e para reeducar o seu povo.

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espírito Santo!