DENOMINAÇÕES

NOSSA HISTÓRIA


NOSSA RELAÇÃO COM OUTROS GRUPOS EVANGÉLICOS 

Amamos e respeitamos os outros servos de Deus e irmãos em Cristo pertencentes a outros ministérios e denominações e os consideramos nossos companheiros de fé e combate pelo reino de Cristo.

Acreditamos que Jesus nos confiou uma Grande missão: pregar o Evangelho e fazer discípulos, por todo o mundo (Mateus 28 e Marcos 16), algo que procuramos fazer com o nosso trabalho voluntário, seja por meio das redes sociais na internet, ou pelo evangelismo pessoal praticado pelos membros deste grupo virtual. Também cooperamos com outros grupos evangélicos, particularmente aqueles relacionados à missões evangelísticas locais e transculturais.

Para a glória de Deus, existem muitas igrejas fiéis a Deus em diversos lugares do planeta (inclusive no Brasil), as quais permanecem firmes no evangelho verdadeiro e bíblico. Reconhecemos o trabalho destes servos do Senhor, os quais diligentemente o buscam em oração, obedecem à sua Palavra, trabalham levando pessoas ao conhecimento de Cristo e estão em comunhão com o Espírito Santo. A existência de um povo fiel a Deus (independente de placas denominacionais) cumpre o cronograma fiel de Cristo, que prometeu que as portas do inferno jamais prevalecerão contra a sua igreja. 

Não desejamos minar o bom trabalho que vem sendo realizado por outras grupos cristãos. Em lugar disso, desejamos testemunhar da existência em um só Corpo, que opera a sua própria edificação em amor, por meio dos dons ministeriais (descritos em Ef. 4:11), dos dons espirituais e assistenciais (relacionados em I Coríntios 12:9-11 e em Romanos 12:4-8). Além disso, acreditamos que devemos ser um só Corpo - no sentido espiritual, não institucional - com igrejas e grupos (de qualquer país) que creem na inspiração plenária das Escrituras, aceitando-as como única regra de fé e prática, e que desejam ser guiadas pelo Cabeça da Igreja, o Senhor Jesus, de forma real e efetiva (não teórica). Tal comunhão, portanto, não se identifica, portanto, com o ecumenismo que se conhece.

Cremos que Jesus voltará para arrebatar uma igreja fiel, constituída por servos e servas de Deus das diversas denominações e grupos cristãos. No maior evento escatológico da história da humanidade e da igreja de Cristo na face da terra, o povo de Deus será retirado abruptamente. Os servos de Deus subirão, mas as placas denominacionais ficarão nesta terra, para desgosto dos denominacionalistas.

Cremos que o evangelho de Jesus Cristo é uma dádiva de Deus entregue à humanidade, sendo assim, ele nunca foi e nunca será monopólio de um grupo religioso, por melhor ou pior que ele seja.


Que Deus nos abençoe!